A mulher vestida do sol – comentado por Pastor Luiz Antonio.

A mulher vestida do sol – Capítulo XII – Compreende os versículos 1-17.

A Mulher vestida do Sol
Clique na imagem e veja o vídeo!

1 E viu-se um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos pés e uma coroa de doze estrelas sobre a cabeça. 2 E estava grávida e com dores de parto e gritava com ânsias de dar à luz. 3 E viu-se outro sinal no céu, e eis que era um grande dragão vermelho, que tinha sete cabeças e dez chifres e, sobre as cabeças, sete diademas. 4 E a sua cauda levou após si a terça parte das estrelas do céu e lançou-as sobre a terra; e o dragão parou diante da mulher que havia de dar à luz, para que, dando ela à luz, lhe tragasse o filho. 5 E deu à luz um filho, um varão que há de reger todas as nações com vara de ferro; e o seu filho foi arrebatado para Deus e para o seu trono. 6 E a mulher fugiu para o deserto, onde já tinha lugar preparado por Deus para que ali fosse alimentada durante mil duzentos e sessenta dias. 7 E houve batalha no céu: Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão; e batalhavam o dragão e os seus anjos, 8 mas não prevaleceram; nem mais o seu lugar se achou nos céus. 9 E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o diabo e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na terra, e os seus anjos foram lançados com ele. Ap. 12 1-9

Os capítulos 12 e 13 do Apocalipse mostram 7 agentes especiais:

  • Dragão1º Agente: A Mulher
  • 2º Agente: O Dragão
  • 3º Agente: O Menino
  • 4º Agente: Miguel – O Arcanjo
  • 5º Agente: A semente da Mulher
  • 6º Agente: A 1ª Besta – O Antcristo
  • 7º Agente: A 2ª Besta – O Falso Profeta

 

1º Agente: A Mulher

 A Mulher“E VIU-SE um grande sinal no céu: uma mulher vestida do sol, tendo a lua debaixo dos seus pés, e uma coroa de doze estrelas sobre a sua cabeça”.

 “…Viu-se…” – João é escolhido para “VER” o futuro sombrio das nãções escatológicas! Por 43 vezes afirmaeu “VI”. Por duas vezes (1 e 3), neste capítulo, aparece a expressão impessoal “viu-se”. A expressão “viu-se” mostra que não só uma pessoa foi testemunha, mas várias.

“…Um grande sinal…” – O termo grego “semeion” é a palavra que comumente significa “sinal” ou “marca distintiva”. Mas nos evangelhos e no livro de Atos dos Apóstolos com frequência é usado para indicar um “milagre”, uma “maravilha”, cuja finalidade é convencer os homens acerca de uma intervenção divina.

       A expressão ocorre setenta e sete vezes no Novo Testamento, quarenta e oito vezes somente nos evangelhos.

       Treze vezes ocorre em Atos, oito nas Epístolas de Paulo, uma vez em Hebreus (2.4), e treze no Apocalipse (9.5; 12.1, 3; 13.14, 16, 17; 14.9, 11; 15.1, 2; 16.2; 19.20; 20.4).

       No Evangelho de João aparece com o significado de “sinal milagroso” (Jo 2.11, 18, 23). No presente texto, “o sinal” é uma maravilha celestial.

“…Uma mulher…” – A primeira vez que aparece a figura feminina no Apocalipse é no capítulo 2.20.

       Mas ao todo, temos quatro mulheres representativas no Apocalipse, que expressam uma reunião de pessoas em um sistema, a saber: (com exceção de uma: Jezabel), que é uma mulher literal.

  • (a) Jezabel. Ap 2.20;
  • (b) A mulher do presente versículo. (Ap 12.1;
  • (c) A mulher vestida de púrpura e de escarlata. Ap 17.4;
  • (d) A mulher do Cordeiro. Ap 21.9.

       Quase que todos os teólogos, seguem neste capítulo, a mesma linha de pensamentos, a saber: A mulher representa a Nação Israelita.

“…ouço uma voz como de mulher que está de parto, uma angústia como da que está com dores do primeiro filho; a voz da filha de Sião, ofegante, que estende as mãos, dizendo: Oh! Ai de mim agora! Porque a minha alma desmaia diante dos assassinos”. Jr 4.31.

       Em figura de retórica[1] temos Jer. 3, 1 a seguir e Os 1. 2, 3. Onde seu relacionamente com sua esposa Gomer tipifica Israel.

 “…Vestida do sol…” – Estar vestida do sol equivale a estar revestida de luz. Bem perto de Deus, pois “…Deus é sol” (Sl 84.11).

  •        Ele “cobre-se de luz como de um vestido” ( Sl 104.2);
  •        A luz é a vestimenta de Deus. Ele é luz.
  •        Jesus Cristo é também: “…O sol da justiça” (Ml 4.2).

      O sol é o rei do dia e a lua é a rainha da noite; estar vestida do sol significa ser um glorioso facho de luz para o mundo…”. a grande glória de Israel (vestido de luz) fala de como Deus elevou aquela nação para trazer o Messias (a Luz do mundo), o Redentor Universal.

       “…Tendo a lua debaixo dos seus pés…”

       O simbolismo do sol, lua e estrelas sugere um resumo da história de Israel, como se depreende de Gn 37.9. “Assim como a lua está subordinada ao sol e recebe dele sua luz, toda a glória de Israel e sua influência provêm daquele que o comprou, dando-lhe vida. A lua brilha de noite; assim Israel deve brilhar, dar seu brilhante testemunho, em meio às trevas sombrias na era da Grande Tribulação”.

“…Uma coroa de doze estrelas…”

       Em razão da Igreja não estar em foco na época da Grande Tribulação, as doze estrelas representam os doze patriarcas, que são o princípio da formação da Nação Israelita.

       O simbolismo que eu defendo aqui faz agente pensar no sonho de José em (Gn 37.9) que diz:

JOS_E__1

 

“…Eis que ainda sonhei um sonho: e eis que o sol, e a lua, e onze estrelas se inclinavam a mim”. Em simbolismo o sol, a lua e as estrelas prestavam honrarias a José, e estas figuras falam da nação de Israel.

 

Não devemos pensar na Igreja nesta interpretação, pois a era da Igreja já passou e ela se encontra ao lado de Cristo nas “bodas do Cordeiro” (Ap 3.10 e 19.9).

  1. “E estava grávida, e com dores de parto, e gritava com ânsia de dar à luz”.

 “…com dores de parto…” – Essa mulher é uma metáfora à nação de Israel que sofreu para trazer o Messias ao mundo. Esse simbolismo é usado acerca de Israel, nas páginas do Antigo Testamento (Is 66.7, 8)

“Antes que estivesse de parto, ela deu à luz; antes que lhe viessem as dores, ela deu à luz um filho. Quem jamais ouviu tal coisa? Quem viu coisas semelhantes? Poder-se-ia fazer nascer uma terra em um só dia? Nasceria uma nação de uma só vez? Mas Sião esteve de parto e já deu à luz seus filhos. Abriria eu a madre e não geraria, diz o Senhor; geraria eu e fecharia a madre? — diz o teu Deus”. (Is 66.7, 8).

        Os profetas descreveram a nação de Israel como quem sofria as dores de parto com o objetivo de trazer Cristo ao mundo a fim de reger todas as nações, foi uma longa agonia.

 

[1] Figura de Retórica. São estratégias que o orador (ou escritor) pode aplicar ao texto para conseguir um determinado efeito na interpretação do ouvinte (ou leitor). Podem relacionar-se com aspectos semânticos, fonológicos ou sintáticos das palavras afetadas.

Anúncios