Interpretando o Apocalipse – Por Pastor Luiz Antonio. Capítulo II -SEGUNDA CARTA: À IGREJA DE ESMIRNA

Carta à Igreja de Esmirna.jpgClique na imagem e veja o vídeo!

“…ao anjo da igreja”.

O versículo faz referência à pessoa de Policarpo; anjo/pastor de Esmirna, nasceu em (69 d. C.), e morreu em (159 d. C.).

O nome “Policarpo” significa “muito forte” ou “frutífero”. Policarpo foi discípulo pessoal do Apóstolo João, foi o “principal pastor” da igreja de Esmirna durante o exílio do Apóstolo em Patmos.

“A narrativa de seu martírio é feita por Eusébio[1], em sua História Eclesiástica IV 15 e em Mart. Polyc. caps. 12 e 13, págs. 1037 e 1042. Foi levado à arena, lugar dos jogos olímpicos, um dos maiores teatros abertos da Ásia Menor, parte da qual construção permanece de pé até hoje”. Policarpo, deve ser realmente, o “anjo” do texto em foco, pois as evidências assim o declara (Ec 7.27).

A palavra “mirra”é usada três vezes nos Evangelhos (Mateus 2.11; Marcos 15.23; João 19.39), e significa “amargo” e descreve bem o sofrimento dessa igreja perseguida até a morte. Esmirna é famosa por ser a terra natal de Policarpo (bispo de Esmirna).

Situação Geográfica: esta cidade situa-se no continente da Ásia Menor. Em 1970, Esmirna já contava com cerca de 63000 habitantes e é, atualmente, a principal cidade turca, denominada Izmir. Os muçulmanos chamam-na “Izmir e infiel”. O Rio Meles, famoso na literatura, também era adorado em Esmirna. Próximo à nascente desse rio ficava a caverna onde, dizem, Homero compunha seus poemas.

Com a conquista do Oriente pelos romanos, Esmirna, passou a fazer parte da província romana da Ásia. A cidade de Esmirna, caracterizou-se pela forte oposição e resistência ao cristianismo no primeiro século da nossa era. Em Esmirna, no ano (159 d. C.), Policarpo, seu bispo, foi martirizado.

[1] Eusébio de Cesareia (265 – Cesareia Marítima, 30 de maio de 339) (chamado também de Eusebius Pamphili, “Eusébio amigo de Pânfilo”) foi bispo de Cesareia e é referido como o pai da história da Igreja porque nos seus escritos estão os primeiros relatos quanto à história do cristianismo primitivo. Clique no link abaixo e continue lendo…

interpretando-o-apocalipse-capitulo-2-a-igreja-de-esmirna

Anúncios